7 de fev de 2009

MINI-CURSO DE MICROCONTROLADOR (Saber Eletrônica)

INTRODUÇÃO
Com o avanço da tecnologia e a utilização da eletrônica digital por grande parte das empresas, o emprego de microcontroladores vêm sendo muito requisitado para um melhor desenvolvimento da produção, diminuindo os custos e trazendo benefícios para as empresas que utilizam esse sistema. É importante salientar que, considerando a relação custo/benefício, os microcontroladores podem não só ser usados em empresas de médio/grande porte, como
podem também ser utilizados em vários projetos de eletrônica, na substituição
de vários componentes digitais, obtendo-se assim no final do projeto um
melhor acabamento – pois um microcontrolador ocuparia um menor
espaço físico - e uma maior eficiência e praticidade, uma vez que todos os comandos
seriam executados via software. Antes de um aprofundamento no
assunto microcontroladores, é importante conhecermos um pouco da história
desses componentes desde as suas origens. Na década de 70 começaram a ser utilizados microprocessadores em computadores para uma maior eficiência no processamento de dados. O microprocessador Intel foi um dos precursores e, a partir daí, houve uma preocupação em melhorar cada vez mais o sistema de processamento de dados através desses componentes. Baseado na arquitetura de um microprocessador e seus periféricos, foi criado um componente
que (fisicamente em uma unidade) comportasse todo um sistema que
equivalesse a um microprocessador e seus periféricos; assim surgiu o microcontrolador. Todas as informações e explicações citadas neste trabalho baseiam-se nos microcontroladores 8051 e 8031 da Intel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário